domingo, julho 22


Querido...

Quando eu for mais velha e olhar para trás irei, com certeza, achar um absurdo tudo isso que nos cerca. Em um instante eu sinto raiva, no outro parece que a minha estima por ti foi aumentada. Penso eu que, nesse momento, o certo é não pensar muito e deixar que esse carinho que nos une se torne uma grande amizade. Pois sabe você que sou carente de amigos. E mesmo que eu tenha mil amigos, ainda assim me sentirei carente. Odeio desperdiçar a amizade. Não façamos uma coisas dessas conosco, não é mesmo?!

Vamos esquecer aqueles sonhos, eles não fazem mais tanto sentido. Quer dizer, até podemos tirar os sentidos deles, mas será o que realmente significam? Será o certo? Não, não façamos isso também. Porque sinto que iremos estragar tudo. Eu me sinto bem e você se sente bem, é isso que importa. Seguiremos assim, ao lado do que chamamos, e achamos ser, maturidade.


Cultivemos a amizade.

[Winny Trindade]

4 comentários:

Evelyn Dias disse...

"O verbo ler NÃO tolera o imperativo, temos que seduzir, provocar, enamorar.
Ler por prazer é algo contagiante.
Tudo isto servirá no futuro como verdadeiros anticorpos para o choque invitável contra a mediocridade, a hipocrisia e a vulgaridade quotidiana, contra a aridez do espírito, a insensibilidade e o declínio das faculdades sensitivas da beleza."

[Biblioteca José Saramago]

Venho te parabenizar pelo dia do Escritor! Que continuemos a encantar sempre!
Abraço!

http://apoetaesuasletras.blogspot.com.br/

Winny Trindade disse...

Nossa, nem me lembrava mais desse texto. Faz tempo...

Obrigada por todo o carinho.
Abraço-te com força.

Lara Mello disse...

Minha amiga Wy sempre arrasando! =)

Layanne Rezende ★ disse...

"Quando eu for mais velha e olhar para trás irei, com certeza, achar um absurdo tudo isso que nos cerca." Concordo em gênero, número e grau!