terça-feira, fevereiro 8



É tempo de carregar sonhos,
ou então fazê-los andar
Cada um carrega em si o sonho de voltar.
De voltar pra existir dentro de si mesmo.
Velhos baús, restos de lembranças boas.
Um lugar onde tudo existe.
Um lugar que permaneça.
Mas lugares também
envelhecem dentro da gente,
como lembrança que vai
ficando esfumaçada, até morrerem.
Há lugares que não existem mais,
o quintal de terra da casa da vó,
a mangueira de subir,
a tartaruga que dorme junto e o Rambo,
cachorro que acompanhava tudo isso.
Existem lugares que passam
a morar dentro da gente.
Se transformam em lugares mágicos,
onde a gente está.
Também somos lugar de morar

[Vanessa Leonardi]

Um comentário:

♥ Pri - NSNL ♥ disse...

lindooooooooooo adoreiii o texto... bjokas!