quinta-feira, junho 16



Havia algo que tinha um cheiro inconfundível de alegria.
De vida abraçada. De chuva quando beija a aridez.
De lua quando é cheia e o céu diz estrelas.
Um cheiro da paz risonha do encontro que é bom.

[Ana Jácomo]

4 comentários:

Hely ° disse...

Alegria...deixa tudo
mais bonito.

Bjaum florzita.*.*.

LUZIA disse...

Lindo!!

Ká. ✿~ disse...

Essência de Cristo! *:

Fernanda Deunizio disse...

por aqui é assim né?