quinta-feira, dezembro 9


Não era ciúmes, era tristeza. Não queria a posse, só queria seu lugar. Não se importava com todas as outras, só queria saber que seu lugar estava reservado e era vitalício. Receio, mas ciúmes não. Não queria lugar especial ou espaçoso, queria só o seu merecido. Não era ciúmes, era vontade.

[Lucélia Canassa]

3 comentários:

Winny Trindade disse...

Sei como é. Sei sim.

Abraço meu, Doce Daaý.

'Lara Mello disse...

Adorei esse texto..Guardo para mim! Bju

Lucélia Canassa disse...

sempre uma honra ver um pedacinho meu por aqui *-* :*