quinta-feira, setembro 16

"Sou bem mais feliz que triste, mas às vezes fico distante. E me perco em mim como se não houvesse começo nem fim nessa coisa de pensar e achar explicação pra vida.
Explicação mesmo, eu sei: não há.
E me agarro no meu sentir porque, no fundo, só meu coração sabe.
E esse mesmo coração que me guia e não quer grades nem cobranças, às vezes me deixa sem rumo, com uma interrogação bem no meio da frase:

-O que eu quero mesmo?

[Fernanda Mello]

7 comentários:

'Lara Mello disse...

O Prazer é meu Daý!
Tb amo aquii!
Se cuida..Bju!

Daynara Aparecida disse...

Ahh Daý.. a gt vive com essa interrogação.
Qnd pensamos que nos encontramos.. nos perdemos de nv.
Raridade sabermos oq realmente queremos..

Principalmente relacionado ao amor..
Mas sempre vem alguém que acaba nos encontrando pra nós.. e se perde conosco.. e nos achamos nele.. e ele se perde tbm.
E assim vai..

.. desculpa a ausência por aqui Florr.. a correria tah grande.

Fica um abraço apertado meu aqui.

Naty disse...

Adoreii esse blog!! Aliás adoro blogs que me façam repletir. Neste texto por exemplo,diz a pura verdade, que na realidade ñ existe explicações para as coisas do coração. Mais ele sabe o que sente,e só ele entende...Bjuss

Seguindo.

Lia Araújo disse...

Menina linda... seu blog virou parada obrigatória... as vezes, com a correria não comento... mas, to sempre por aqui... até peguei umas fotinhas daqui...

Obrigada pelo carinho... aqui eu me impregno com doçura... a doçura que anda em falta lá no meu cantinho

bjos

Valéria Bernardo disse...

Amei o blog viu?
bjk♥

Naty disse...

OIi querida!
Que bom q c gostou do meu blog...
Ahh, a ideia do nome foi minha mesmo,a Lara só me fez lembrar q eu ainda n tinah colocado um nome...hahaha...
bjuss
Otimo fds.

Pérola Anjos disse...

A resposta está escondida lá dentro.

Beijos, flor!