segunda-feira, agosto 16

"Quando você se sentir sozinho, pegue o seu lápis e escreva.
No degrau de uma escada, a beira de uma janela, no chão do seu quarto.
Escreva no ar, com o dedo na água, na parede que separa o olhar vazio do outro.
Recolha a lágrima a tempo, antes que ela atravesse o sorriso e vá pingar pelo queixo.
E quando a ponta dos dedos estiverem umidas, pegue as palavras que lhe fizeram companhia
e comece a lavar o escuro da noite, tanto, tanto, tanto... até que amanheça!
[Rita Apoena]

10 comentários:

Palavras de Menina disse...

oi amiga tudo bem te ofereço o selinho que estar na postagem de vc
com carinho....bjão

Pérola Anjos disse...

Escrever liberta...

Lindo!

Beijo doce!

Pegadas do Coração disse...

Só as palavras renovam e transformam o nosso mundo irreal melhor..
Bela postagem!Obrigado, pois estava precisando..
Bjão.

Winny Trindade disse...

Selinho para você.

Abraço meu.

'Lara Mello disse...

Lindo!

LUZIA disse...

Bom conselho: escreva!

Adorei =)

Bjos

Postagens disse...

Escrever é passar a emoção que sente no seu interior para a ponta do dedo.

Postagens disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JB disse...

As palavras são sempre uma boa companhia!

Gostei do que li.
Beijinho

Paulinha Leite disse...

Rita Apoema é sempre espetacular em tudo que escreve... adoro!!!
Vim te desejar uma semana repleta de sorrisos e acontecimentos bons!
Flores colorindo teu caminho e o aroma mais doce perfumando teus dias!
Luz!

Beijinhos! :)